Arquivo da tag: grosseria

PRÍNCIPE NÃO P… – RAPIDINHA 38

Papo de amigas:

Amiga 1: “Por que é que esse negócio de homem peidar na nossa frente baixa o nosso percentual de tesão, hein”?

Amiga 2: “É porque, como príncipe não peida, minha querida, e vivemos acreditando que ele existe, dá nisso”.

 

(Imagem: coisasdevidas.blogspot.com)

2 Comentários

Arquivado em Comportamento, Príncipes, Princesas, Sexo

MULHERICES EM COLATINA

Hora do almoço, restaurante a quilo em Colatina, ES. Mesas lotadas, encontrei uma com dois lugares e os outros dois ocupados por moças bem vestidas, maquiadas e bonitas, lá com seus vinte e poucos anos. Conversavam sobre não dar mole para homem, bem como no texto que já escrevi sobre pagar para homem. Falavam que homem, se a gente deixar, se encosta mesmo, que uma amiga deixou o cara ir morar na casa e agora ele não quer sair e, pior, desempregado (mas já era assim antes).

Eu, com essa lupa de buscar mulherices, não aguentei e pedi licença para entrar na conversa e disse: “Homem desempregado, sem grana, para quem quer algo mais na vida, é melhor nem começar”! As duas, com aqueles olhos que só a juventude tem, me olharam e imediatamente concordaram comigo. E a nossa conversa não parou enquanto havia comida em nossos pratos.

Assuntos mais cheios de mulherice, impossível: “um homem que faz algo com uma mulher, como trair, por exemplo, vai trair depois, também”? “Mas como saber se o cara vai fazer algo com a gente depois”? A essa última, lembramos que há vários sinais, salvo que o cara seja um psicopata ou um canalha mais do que profissional. Os que agridem, por exemplo, se pode perceber como tratam as pessoas, outras mulheres, ou a nós mesmas; gritam, arrancam coisas de nossas mãos, nos chamam de idiotas… E isso é no começo! Então, é melhor parar, pois a tendência é piorar. Uma delas disse que tem uma amiga cujo marido não permite que ela faça nada, hoje nem amigos mais tem. Que no início do namoro ele era um pouco assim, mas hoje está insuportável. Era disso que falávamos. Há sinais, mas o que é  que queremos, de fato, enxergar?

Pois é, as moças sabiam bem o que queriam dos homens, e na lista estavam incluídos não matar, não nos roubar, não nos trair, não nos agredir, não nos cercear. Amei esse momento com elas, com moças de uma cidade do interior do Espírito Santo, empregadas, arrumadas, bonitas, cheias de vigor. E o melhor, tão certas do que deve ser uma relação saudável com um homem.

(Imagem: www.sabrinamix.com)

2 Comentários

Arquivado em Comportamento, Dinheiro, Homem, Mulher

MULHERICE COMEÇA NA INFÂNCIA

Essa história é sobre ovos e escola. A inspiração veio diretamente dos EUA (verdade!).

Quando Valentina tinha apenas 9 anos, começou a sofrer uma espécie de bullying por parte de uma colega de sala. Ocorre que Valentina era muito mais bonita do que a outra e também muito querida pelos meninos da sala e também da escola. Mas até aí, tudo bem. Só que a colega começou a apertar o desconforto de Valentina, Continuar lendo

6 Comentários

Arquivado em Comportamento, Sentimentos, Uncategorized

GROSSERIA NA PISCINA

Certa vez eu estava na piscina do prédio do meu irmão e presenciei uma homice muito recorrente: grosseria e desqualificação desnecessárias com a esposa na frente dos outros.

Um cara de mais ou menos 45 anos de idade estava em num grupo de 4 ou 5 homens dentro do gradeado que separava a piscina da área do play, onde também ficava a lanchonete. Sua aparência lembrava a de um ator americano já falecido, dos anos 50, Ernest Borgnine. Para quem não se lembra dele, eis aí a foto. Continuar lendo

10 Comentários

Arquivado em Comportamento, Homem