Arquivo da tag: BELEZA

DON JUAN DE FATO – revisitando Johnny Depp

Don Juan de Marco é um filme daqueles que, quem viu, não se esquece. Primeiro, pelo roteiro original e tocante; segundo, pelas brilhantes atuações; terceiro, pela fotografia; quarto, pela música maravilhosa; quinto, pela atuação memorável de Marlon Brando e, bem, sexto, mas não como último lugar, mas como destaque, temos Johnny Depp (*suspiro), num papel que parece  feito para ele: exigência de versatilidade, sex appeal, graça, carisma e beleza.

Johnny é um desses atores inesquecíveis por si só, com seu jeito maroto e despojamento chique. Mas esse filme parece ter lhe dado a chance de cunhar o que eu chamaria de Don Juan de Fato, inauguração de uma figura de Don Juan talvez não imaginada, para quem a conquista não é apenas uma questão de ego, mas uma experiência na qual se coloca em jogo saberes sobre as mulheres. Saberes sobre como olhar para as mulheres simplesmente no sentido de amá-las e fazê-las atendidas no seu maior segredo: sentirem-se amadas a ponto de não se lembrarem de que têm barriga ou que não estão depiladas. Depp, em seu Don Juan, celebra as mulheres com todo respeito e dedicação que um homem deve por elas ter. Espero que ele, o próprio Johnny, tenha aprendido essa lição, aliás, algo que gostaria que ele pudesse me provar, de fato!

Deixe um comentário

Arquivado em Comportamento, Homem, Mulher, Uncategorized

HOMEM DE POUCA PERSONALIDADE?

“Se eu tivesse, assim, uma personalidade muuuito forte, eu usaria um vestido igual a esse! Esse teu vestido é lindo prá c…….!”

Frase de um homem que adora mulher e roupa de mulher. Ele acha que tem pouca personalidade… Já eu acho que ele tem muita.

Homem inclinando seu queixo nas duas mãos                                                          https://www.pexels.com/

Deixe um comentário

Arquivado em Comportamento, Homem, Mulher

NICOLE KIDMAN

“- Eu olho para a Nicole Kidman e logo me vem na cabeça uma cenoura, ela parece uma cenoura, sei lá…”

“- Não, na verdade ela tem cara de gente que come muuuita cenoura, com aqueles pés meio laranjas, mãos…”

É, às vezes a crítica feminina procede. Se Nicole fosse uma cor, certamente seria laranja. Ou uma cenoura.

2 Comentários

Arquivado em Comportamento, Mulher

“Como é que fica meu cabelo?!”

Numa  famosa loja de cosméticos e produtos de beleza no Rio de Janeiro, havia um produto daqueles do tipo milagrosos, que fazem as cabeleiras ficarem sossegadas, mas sem parecem ensebadas. Sim, ele existe, mas é da ordem da exclusividade dessa loja.

Paula era a dona da loja e, sempre maravilhosa, sabia era cuidar e dar atenção àquela mulherada carente. Quando se diz carente é bem na coisa mulherice. Quem é mulher sabe do que estou falando; adoramos ser paparicadas e queridas. E Paula era dessas super cuidadoras.

Mas o tal produto só não podia acabar! Não havia Paula que resolvesse! Era um tal de ligar para saber quando o produto chegaria, enfim. Mas uma delas superou a todas: começou a chorar copiosamente dizendo “Como é que fica meu cabelo?!?! Não dá para sair de casa!!!!” Paula resolveu a parada por meio da generosidade: levou o seu próprio pote, já aberto, em uso, para a querida chorona, que só faltou ajoelhar quando foi pegá-lo na loja no dia seguinte. Mas de chorar não conseguiu parar.

Cabelo é isso. Faz rir, faz chorar.

2 Comentários

Arquivado em Comportamento, Mulher

DENTUCINHA

Margarida quando ficou viúva decidiu que faria uma super cirurgia plástica para ficar mais jovem e bonita. Já com seus quase 60 anos, inclusive foi ao dentista para uma reabilitação oral. Parecia que estava naqueles reality shows onde as pessoas passam por uma recauchutagem total.

Depois do sumiço, voltou a circular pelos espaços onde já lhe conheciam para se exibir, toda poderosa em sua mulherice exuberante. Entretanto, ao chegar à loja onde comprava roupas, a gerente que veio lhe abraçar, toda animada, tomou um susto: Margarida estava dentucinha. Pensando que talvez fosse um erro do dentista, ficou louca para perguntar se algo havia acontecido de errado, mas não teve coragem. Contudo, para sua outra surpresa, Margarida já foi falando que estava felicíssima com o resultado geral, mas que, o que mais lhe agradara, foi o “dentinho” que o dentista colocara, pois era assim que ela era quando jovem, dentucinha. “Além disso, faz um chiadinho  quando eu falo, um charme, né gente”?

A gerente deu um sorrisinho amarelo; cada uma com seu dentinho, né?

2 Comentários

Arquivado em Comportamento, Mulher, Uncategorized

DUAS MULHERES, UM VESTIDO

Sabe aquele vestido que você tem há pelo menos uns 5 anos, bem bonitinho, leve, estampado, que fica uma graça em você e, o melhor, ainda lhe cabe e serve para ir à uma festinha?

Quando Valentina se arrumou para ir ao aniversário de 7 anos da filha de uma super amiga, elegeu um vestido daquele tipo: malha fria, estampado, com mangas bacanas, de uma loja bem legal também. Para acompanhar, sapatilhas e uma bolsa cheia de franjas que trataram de fechar toda a bossa. E lá se foi alegre para uma comemoração que, sabia, seria ótima!

Beijos, abraços, festa, comida delícia, animador engraçado e não ridículo como geralmente se vê, amiga feliz, amigos queridos na mesma mesa. Eis que, de repente, ao mirar duas mesas à sua esquerda, Valentina vê um vestido e-xa-ta-men-te-i-dên-ti-co ao seu.

Primeiro veio aquele estranhamento que uma mulher sente quando vê seu vestido numa outra. O vestido, embora igual, parece não ser o mesmo. Valentina morena, a outra loura de reflexos. E por aí vem vindo as diferenças que começam a fazer um mesmo vestido parecer diferente num corpo diferente.

E o fascínio? Não conseguir parar de olhar a outra com o SEU vestido?!  Há quem não se importe (muito), há quem fique (muito/pouco) chateada, mas seja lá qual for sua reação, não passará de uma mulherice, pois é quase impossível não ficar olhando e comentando conforme Valentina: “Gente! Olha a mulher com um vestido igual ao meu!”; “Bem”, se consolou Valentina, “Como eu, ela está de vestido velho, estamos juntas na derrota”. 

Mulherice? De certo! Mas uma coisa é certa: pelo menos um vestido não veste igual em duas pessoas diferentes. Um ser único ainda suplanta qualquer possibilidade de se ficar igual com o mesmo vestido.

(Imagem: whysoorandom.blogspot.com)

4 Comentários

Arquivado em Comportamento, Mulher, Uncategorized

1º POST DE 2014 – VIGOR OBRIGATÓRIO

 “Nossas mães, de certa maneira, foram preparadas para envelhecer, mas nós não (principalmente mulheres entre 45 e 55 anos)”. Num dos últimos encontros de 2013 com amigas, Elane veio com essa. E ela está certa. Nossas mães nessa idade não tinham a emergência do vigor físico diante da batalha da vida embora operassem na lida fortemente, pelo menos a minha. O vigor de que falo é o da vontade de malhar para ficar bonita e desejável, pois sexo nos dias de hoje parece ser a chave da felicidade (aff!). Há também uma rotina – trabalhar, cuidar da casa, dos filhos, mercado, cachorro, às vezes sustentar ex-marido, namorado, discutir com o cara da oficina que teima em lhe desqualificar pelo fato de não estar ao lado de um macho, enfim. Quando Elane falou me fez pensar nessas coisas todas.

São outros tempos que nos exigem um dinamismo sem direito a falhar. Tempos de beleza e frescor num corpo que já não responde aos estímulos do mundo dos amantes fervorosos. Tempos em que ser mulher depois dos 40 exigem ter 35 anos para sempre. Por que 35 e não 20? Simples. Aos 20 temos a impressão de que o tempo não passará, dormimos e acordamos zeradas… Aos 35 as coisas já estão mais no lugar, temos muito vigor, beleza e sabemos mais da vida o suficiente (deveríamos) para que não tirem farinha conosco.

Não sei como as novas gerações se prepararão para o inexorável, o inevitável passar dos anos. Nossas mães, de certa forma, souberam; tanto que aos 60, 65 parecem ter rejuvenescido. Que venha 2014.

Deixe um comentário

Arquivado em Comportamento, Medo, Mulher, Sexo

AS MULHERES AGUENTAM!


A depilação é uma das provas da capacidade das mulheres em aguentarem a dor para ficar mais bonitas. Só quem passa por isso sabe.

Um aspecto a ser levado em consideração é a qualidade da depiladora e sua lábia, além da confiança que inspira. Não! Elas sempre conseguem nos convencer de cavar mais um pouquinho, não sei como. “Por que não cavamos mais aqui? O namorado vai gostar…” Quando a gente vê ela já passou a cera e você não tem como voltar atrás, geralmente! Uma cera de mel ainda dá para lavar se nos arrependermos, mas as restantes, só nos resta rezar.

E tem aqueles dias em que a depilação parece tortura medieval, pois estamos incrivelmente mais sensíveis à dor, inacreditável…Mas isso só dá para ver na hora em que começa. Aí já era!

Depilar axilas não dói muito, nem bumbum, aí então não dói nadica de nada. Pode confiar se você ainda não fez. Mas a virilha…MELDELS!!!! É para valente. E somos. Certa vez um cara falava de uma massagem milagrosa, mas que como doía muito, certamente as mulheres não a fariam. E uma moça disse: “Se as mulheres acreditarem que ficarão mais bonitas, mais magras, podes crer que elas farão. Não se iluda. Mulher aguenta qualquer coisa para ficar mais gata”.

As mulheres aguentam tudo! E para ficarem mais bonitas, pode criar a maior tortura do mundo que elas irão se arriscar. Mas é bom ter uma distância assim que acaba. Nessa hora elas estão a fim de um chocolate, um lanchinho… qualquer coisa que as façam relaxar. Mulher saindo da depilação? VAZA!

2 Comentários

Arquivado em Comportamento, Mulher

“FIQUEI MAIS LINDA?”

Sorte do homem que convida Carolina para jantar, pois ela curte muito se arrumar para sair. Até mesmo com os namorados que duram ela assim se mantém: se enfeitando ao máximo, mas sem que isso se torne um exagero, pois ela sabe muito bem como fazer para ficar mais bonita.

Certa vez o namorado chegara cedo e a empregada autorizou sua entrada. Sua irmã estava em sua casa, no quarto dela conversando enquanto Carolina se maquiava no banheiro. Primeiro, depois de colocar a roupa, perguntou sua questão que fazia as irmãs rirem muito: “Fiquei mais linda com esse vestido”? Ela não dizia “Fiquei mais bonita?”, como as mulheres geralmente questionam. O “mais linda” é só mais um dos traço de sua personalidade divertida e de sua autoestima empoderada, o que faz ela muito bem em cultivar.

O namorado entrou no quarto, todo alegre, já estava chegando no banheiro quando ela bateu-lhe a porta na cara, blum! “Que isso Carolina?!”, perguntou meio assustado. “Tô me arrumando”! O cara foi para a sala. A irmã abriu a porta e lhe perguntou: “O que houve? Coitado do cara”! Ela, levando muito a sério a questão, respondeu: “É que eu não gosto que homem veja meus truques, só isso”!

Tal como o vestido de noiva que não se permite ser visto pelo noivo, o processo de embelezamento em segredo é para que o poder da feiticeira da beleza não seja descoberto, perdendo sua força. E fica como se ela estivesse assim, sempre linda, tudo parte dela, da mais linda das bonitas.

6 Comentários

Arquivado em Comportamento, Mulher, Princesas, Uncategorized

PEITINHOS DO BEM

Aos 5o anos descobriu que estava com 3 tumores nos seios – 1 e 2. Não sabia se eram malignos até o resultado da biópsia sair. Enquanto esperava decidiu fazer uma festa de aniversárResultado de imagem para seiosio, o qual já havia chegado. As filhas, já moças, organizaram tudo. Durante a festa andava vaporosa e linda como sempre. Conseguia falar da cirurgia que se aproximava com naturalidade. Na verdade, Maria Claudia já enfrentara tantos problemas… Seria mais um. Há uns quinze anos teve que procurar um emprego, pois durante o primeiro casamento não precisava trabalhar; mas a vida deu uma daquelas voltas que quase nos derrubam. Quase! 

Quando o resultado saiu, todos comemoraram! Os tumores, embora de nível três, ainda eram benignos. A cirurgia foi marcada para a retirada dos seios e colocação de próteses. “Doutor, eu quero tamanho 40, tive peito grande a vida toda, chega”! Passado tudo, contou a uma amiga que o marido falava que parecia ter uma mulher nova em folha! “E quando eu deito?! Os peitinhos não viram, não caem! Ficam assim, querida, durinhos para a frente! Uma beleza”! 

Maria Claudia é daquelas mulheres cheias de mulherices. Morena, cabelão, está sempre cheirosa, com roupas transadas e jóias que nem se percebem, pois parecem que fazem parte de seu corpo, não se ostentam, incrível. Naturalmente ela brilha. Sempre com um sorriso generoso,  seu coração é de ouro puro e seu abraço acolhe a todos.

De peitinhos novos, vive brincando que eles apontam para as novas direções que ela deve tomar. E se há alguém que esteja sem saber para onde ir, é só ir atrás! Vai encontrar o caminho do bem.

(Imagem: www.melhorcomsaude.com)

8 Comentários

Arquivado em Felicidade, Mulher