APOIO À RIHANNA ou homem pode bater em mulher? (PARTE II)

Todo mundo tem uma história do tipo a mulher estar apanhando e alguém tentar fazer com que o homem pare e a mesma pedir que não se metam (detalhe: como se mulher gostasse de apanhar).

Mais uma vez trago esse tema, pela história que uma pessoa defensora dessa ideia me contou, como se fosse prova cabal de sua percepção:

Certa vez, uma mulher apanhava de um homem na rua e motoristas de táxi que estavam por perto tentaram apartar. Contudo, a agredida não permitiu a intervenção e saiu com o agressor, que continuava lhe batendo. Errado o agressor, errada a mulher, mas CERTOS os motoristas. Aliás, só homens podem parar com a agressão de outro homem. E ninguém é obrigado a ver alguém ser agredido, independente do agredido não querer que se intrometam.

E chamo atenção para o seguinte: muitas vezes uma mulher tem tanto medo do agressor que, mesmo com alguém a defendendo, ela teme apanhar mais depois, inclusive por isso: porque alguém a ajudou.

Como já disse, quando um homem está apanhando de outro e tentam separar e o agredido diz que não interfiram, ninguém fala “Tá vendo, Homem gosta de apanhar”!

Aplausos para os homens que impedem a agressão de homens, crianças e mulheres!

(Imagem: www.thesmokinggun.com)

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Comportamento

2 Respostas para “APOIO À RIHANNA ou homem pode bater em mulher? (PARTE II)

  1. Não poderia concordar mais.
    Talvez por ter duas filhas. Talvez apenas por ser civilizado. Mas acho que poucas coisas são mais revoltantes que a violência contra mulheres.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s