“É TUDO CULPA DA COSQUINHA”

“É tudo culpa da cosquinha!”, dizia D. Magda, uma mulata grandona, “farta”; era empregada doméstica na casa da minha mãe.

D. Magda apanhava do marido, um negro bem alto, magro, de olhos cujo fundo branco parecia  iodado. Ela fica muito triste quando era agredida, não gostava de ser tratada assim e, minha mãe, que só tinha 12 anos na época, sentia-lhe pena. Um dia lhe perguntou: “D. Magda, por que a senhora não larga ele”? E ela respondeu: “Thereza, é tudo culpa da cosquinha… Depois que acaba o paquete (menstruação), me vem aquela cosquinha… Aí eu não aguento, não aguento aquela cosquiiinha! Aí vou nele”!!

(Imagem: blogs.estadao.com.br)

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Comportamento, Mulher, Sexo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s