GROSSERIA NA PISCINA

Certa vez eu estava na piscina do prédio do meu irmão e presenciei uma homice muito recorrente: grosseria e desqualificação desnecessárias com a esposa na frente dos outros.

Um cara de mais ou menos 45 anos de idade estava em num grupo de 4 ou 5 homens dentro do gradeado que separava a piscina da área do play, onde também ficava a lanchonete. Sua aparência lembrava a de um ator americano já falecido, dos anos 50, Ernest Borgnine. Para quem não se lembra dele, eis aí a foto.

Aquela coisa meio marujo, atarracado, dedos curtos e grossos, mãos duras, peito peludo, até os dentes separados do ator o cara tinha.

Do lado de fora, uma mulher que parecia ainda não ter 40 o perguntou se ele queria algo para beber. Ocorre que sua boca ficava exatamente na altura do fim da grade, o que impedia o homem de ler os lábios da mulher que, educada, não gritava, falava baixo e, por esta razão e com o barulho ambiente, ele não a conseguia ouvir direito. Eis a homice: “Ernest Borgnine”, com aquela irritação peculiarmente masculina, começou: “O que você falando?!”. Ela, sem perceber que sua boca não poderia ser vista, repetia “Você quer algo prá beber?”. E ele: “A grade na frente, você não vendo? Eu não consigo te ouvir!”. Só faltou completar a frase com um “sua idiota”, pois a cara dele de desprezo e irritação para com ela e o gesticular histérico (mas isso era tudo dele, tá gente? Homice purinha) chegava a um cenário patético.

A mulher, ao ouvir isso, disse, “Desculpe, eu não havia percebido”. Resolvido o pedido, não satisfeito, o “marujo” se vira para os homens com quem estava e disse ainda no mesmo tom de desprezo e irritação: “Porra, será que ela não tava vendo que a grade estava na frente da boca?!”, quase pronunciando que a mulher DELE era uma perfeita imbecil (na cabeça DELE!). Os demais olharam para ele, mas sequer lhe deram assunto, continuando a conversa. Cheguei a pensar em como seria bom filmá-lo só para mandar anonimamente o vídeo com um bilhetinho que diria: “OLHA COMO VOCÊ É RIDÍCULO E GROSSILDO. VOCÊ SE SENTIU MAIS MACHO ASSIM? DESQUALIFICANDO SUA ESPOSA SÓ PORQUE ELA ESTAVA DISTRAÍDA E NÃO PERCEBEU A GRADE, E AINDA POR CIMA, SENDO GENTIL E ATENCIOSA COM VOCÊ, ERNEST BORGNINE?”

Por que muitos homens agem assim? E me desculpe Borgnine, se por acaso usei o seu nome em vão, pois nem sei se você, quando estava vivo, fazia grosserias assim.

(Revisão: Ney Flávio Meirelles)

(Imagem: en.wikipedia.org)

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Comportamento, Homem

10 Respostas para “GROSSERIA NA PISCINA

  1. Dully Pimenta

    Uma atitude muito machista!

  2. Um ridículo esse homem, muitas pessoas confundem intimidade com falta de respeito, se fosse com outra pessoa ele não teria agido dessa maneira, quando o certo era ser muito mais gentil com a sua mulher, infelizmente alguns idiotas ainda confundem. Mas essa moeda também tem outro lado, se na primeira grosseria que o cara fizesse, a mulher tivesse dado um chega pra lá nele, isso não aconteceria de novo, lembra o caso da tangerina? Aquele nunca mais reclama da sobremesa…rss

    • Esse homem foi uma daquelas coisas esdrúxulas que somos obrigadas a assistir. E como vc disse, a mulher deixa prá lá a grosseria, certamente dentre tantas. Preciso fazer um texto sobre mulheres que deixam isso acontecer, embora grosseria masculina aconteça apesar de nos queixarmos, parece até que piora quando sinalizamos para eles. Tangerina nele! Isso me deu ideia para criar o TROFÉU TANGERINA. Não existe abacaxi? Então… hahahaha!

      • Não é se queixar das grosserias, é se impor, não é reclamar e ter atitude. Já foi o tempo em que mulher tinha que baixar a cabeça e engolir essas coisas. Infelizmente ainda vejo muitas mulheres assumindo esse papel.
        Mulher é companheira, o homem que quiser outra coisa que procure sua mãe ou contrate uma empregada.

      • Eu entendi o que vc disse, e também concordo. Só que mesmo quando não abaixamos a cabeça, os homens parecem precisar agir assim, é muita homice, é muita grosseria, é um mundo que nos desqualifica. As mulheres precisam ter atitudes, como vc disse, nem que isso signifique ficarmos sozinhas para não passar por isso; aliás, esse talvez seja um dos pontos: o medo que as mulheres têm de ficarem sozinhas, mesmo que a sobra seja um “marujo grossildo”.

  3. É a lei do mais forte, ou o macho Alfa, ou somente mais um escroto no mundo…rsss
    É aquela velha história, “Não sou feliz, mas tenho marido”
    Acho que o grande problema, é que a maioria dos homens não sabem apreciar uma mulher, eles querem é mostrar o quanto são fodões!

    • Não sabem e não precisam apreciar, já que nos submetemos a ridículos como esse da piscina que, além de tudo, era feio pra cacete! Vamos então torcer para que homens que sabem apreciar uma mulher, porque existem, seremos justas, cruzem o nosso caminho e falem delicadamente quando não estiverem entendendo o que falamos porque a grade está na direção de nossas doces (e às vezes venenosas) boquinhas.

  4. O que dizer? Constrangimento total…

    Só por que uma loura fala uma bobagem, toda loura é burra?
    Só por que um marido é idiota todos são? Espero que não.

    • Não sinta constrangimento pelo ridículo de outro homem. Se vc ler um dos meus comentários me resposta à Sandra, verá que eu espero que, homens que não agem assim, porque eles existem, cruzem o caminho das mulheres. Mas que lamentavelmente é fato recorrente…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s