QUESTIONÁRIO PARA VALENTINA – PERGUNTA 4 – teste final

VOCÊ JÁ PENSOU NA POSSIBILIDADE DE TER CONHECIDO O MARCELO, VIVIDO TUDO ISSO COM ELE, MAS NÃO TER APOSTADO A SUA FELICIDADE NESSA RELAÇÃO, QUE É DIFERENTE DE APOSTAR NA RELAÇÃO?

Voltemos ao fim trágico, Marcelo terminou tudo. Embora estivesse apenas apostando numa relação – o que é perfeitamente normal, tratando-se de uma mulher madura – e não a sua felicidade eterna, o que você faria?

Siga o pequeno teste. Escolha a opção dentre as atitudes de personagens vividas pelas atrizes dos filmes a seguir. Para aquelas/aqueles que ainda não assistiram aos filmes, acrescentei uma sinopse, retirada de sites da Internet. Mas não deixem de assisti-los! Voltando à questão: Lembre-se de que na situação aqui, você estaria apenas APOSTANDO NA RELAÇÃO e não na felicidade da vida toda!

(    ) Choraria muito durante semanas, igual a personagem de Diane Keaton em “Alguém tem que Ceder”, entregue à solidão e à auto-piedade.SINOPSE DO FILME: Harry Sanborn (JACK NICHOLSON) é um solteirão convicto que só namora mulheres com menos de 30. Naquele que seria um final de semana romântico com a sua mais recente paixão, Marin (AMANDA PEET), na casa de praia da mãe dela, Harry sente dores no peito e passa mal. A mãe de Marin, Erica Barry (DIANE KEATON), uma bem-sucedida dramaturga divorciada, hesita, mas acaba concordando em ajudar a cuidar dele até que se recupere. Harry fica surpreso ao se sentir atraído por Erica. Apesar de inicialmente antipatizar com Harry, Erica redescobre o amor. E acontecem complicações amorosas de todo tipo quando Erica é assediada pelo belo e jovem médico de Harry, de 30 e poucos anos, Julian Mercer (KEANU REEVES). http://www.br.warnerbros.com
(    ) Ficaria com muita raiva, que nem a Gleen Close, a amante do “Atração Fatal”, e iria até o inferno acabar com a vida dele.SINOPSE DO FILME:: Em Nova York, Dan Gallagher (Michael Douglas) é um advogado bem casado. Alex Forrest (Glenn Close) é uma executiva solteira que o seduz na ausência de sua esposa (Anne Archer) e filha. O que seria um caso sem compromisso se transforma em um pesadelo de obsessão doentia quando a amante, sentindo-se rejeitada, ameaça destruir Dan e sua família. http://www.webcine.com.br/filmessi/fatalatt.htm
(    ) Choraria como a personagem de Renée Zellweger no “Diário de Briget Jones”, mas que resolve fazer dieta, mudar de emprego para não ver mais seu ex-namorado-patrão-traidor.SINOPSE DO FILME:  Bridget Jones tem 30 e poucos anos, é solteira, mora em Londres, fuma e sempre acha que está acima do peso. Para o novo ano, ela fez algumas resolução. Uma delas é escrever um diário, onde anotará suas aventuras e desventuras cotidianas: trabalho, pais, amigos, homens, sexo. Outra é tomar controle de sua vida. Uma terceira resolução é encontrar o homem certo, ou pelo menos dispensar os errados. Com seu gosto por aventuras e suas opiniões sobre todo e qualquer assunto, seu diário se torna divertido e provocante. Quanto aos homens, ela se encontra dividida entre dois deles: Daniel Cleaver (Hugh Grant), seu chefe, que parece ser bom demais para ser verdade, e Mark Darcy (Colin Firth), que sua mãe empurrou e que, de tão errado, deve ser o certo. http://br.movies.yahoo.com/filme/9606/sinopse
(    ) Não choraria, mas ficaria atônita que nem Licia Maglietta em “Pão e Tulipas” que, esquecida numa plaza, resolve seguir outra rota.SINOPSE DO FILME: A personagem central é uma dona-de-casa comum que, esquecida pelo marido e a família durante um tour, resolve seguir outra rota. Pega uma carona para Veneza. O marido, quando vê que a mulher não volta, fica indignado. No auge da fúria, contrata um moço para ser detetive e ir ao encalço de sua esposa. O jovem enviado para salvar a situação, desiste da empreitada quando encontra uma amiga da perseguida, uma massagista astral. Os dois se apaixonam, ficam juntos, no melhor estilo romântico. http://www.wmulher.com.br
(    ) Não faria nada. Seria como Pauline Collins em “Shirley Valentine”, que simplesmente continuaria a vida após assistir seu amante dizendo para outra mulher as mesmas coisas que disse a ela, ou seja, seguiria trabalhando, consciente da liberdade que possui.SINOPSE DO FILME: O filme contrapõe a vida monótona de uma cidade inglesa, repleta de neuroses e preconceitos, com a vida simples, porém maravilhosa, de uma ilha grega. Uma entediada dona-de-casa de 42 anos deixa o marido e os filhos em Manchester e vai passar 15 dias em Mykonos. Lá encontra seus sonhos, a natureza, a razão de viver e redescobre não só o sexo como a si mesma, recusando-se a voltar para a Inglaterra. http://www.guiagrecia.hpg.ig.com.br/filmes.htm#f16

RESPOSTAS DO TESTE

SE VOCÊ ESCOLHEU:

  •  A Diane Keaton ou a Glenn Close, ainda precisa rever muitas coisas, pois ainda está na onda da felicidade dependendo de uma relação afetiva.
  •  A Renée Zellweger, apesar de querer dar logo a volta por cima, o que já é um primeiro passo para buscar uma relação como algo bacana e parte da vida, você, de alguma forma, ainda está presa nessa coisa do príncipe.
  •  a Licia Maglietta ou a Pauline Collins, você já abriu a porta da maturidade emocional, no sentido de que uma relação pode acabar, mas que nossa vida continua e que nossa liberdade pode nos permitir muitos momentos de felicidade, com ou sem homens.

Imagem blogdoces.wordpress.com

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Amor, Felicidade, Mulher, Sentimentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s